Sexo Darrell e Márcia

Como Ser FELIZ na Cama

Como Ser FELIZ na Cama
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De grande relevância social, a temática em torno do sexo ainda não é discutida de forma adequada numa época de profundas transformações comportamentais. Boa parte da instrução sexual ministrada dentro da igreja, por exemplo, não se faz de maneira clara, aberta. Fora do ambiente cristão, existem conceitos duvidosos a respeito dessa prática tão natural. A mídia vende uma ideia de um sexo pervertido, em que para ser feliz na cama muitas vezes é necessário ter relação fora do casamento, pois a monotonia da vida conjugal impede que se tenha uma vida sexual satisfatória, a não ser que se lance mão de condutas estranhas entre os parceiros.

Há de se entender que sexo antes do casamento é fornicação, portanto, totalmente desaconselhado. Fora do casamento é adultério, igualmente inválido diante de Deus. Sexo é ordenança divina #deDeus, é um presente de Deus para sua vida. E ele deve ser vivido em plenitude, dentro do matrimônio.

A mesma Bíblia que proíbe o sexo antes do casamento (1Cor 7:9) e fora do casamento (Ex 20:14-17) ordena que ele aconteça no casamento ( Gn 1.28, 2:24, 1Co7:5).

A prática do sexo antes e fora do casamento não é propósito de Deus, assim como a ausência de sexo no matrimônio. (1Co 7:3-5).

Na Bíblia,  encontramos vários textos que ressaltam a beleza do sexo na vida de um homem e de uma mulher. Como uma flor, a vida sexual do casal deve ser regada, cuidada e adubada. Muitos querem fazer da vida sexual um belo jardim, mas não querem cuidar dele.

A vida conjugal acontece principalmente quando o casal está entre quatro paredes, na sua intimidade familiar. É dentro de casa, em seu quarto, que mostram realmente quem são e como vivem como marido e mulher.

Logo no começo de tudo, Deus criou o homem e a mulher, e ordenou:  “crescei e multiplicai” (Gênesis 1.28). Deus criou o sexo. Deus fez nossos corpos, com partes e prazeres “masculinos e femininos”. Ele criou nossos corpos com possibilidade de ter prazer.

Sexo e amor são bem diferentes. Você pode fazer sexo sem amor, e pode ter amor sem sexo. Uma prostituta que vende seu corpo oferece sexo, não amor; casais que chegam à reta final da vida permanecem tendo amor, porém o sexo não é o fator mais importante no relacionamento.

A cama é o altar do casal. O leito é um lugar de amor, de harmonia, momento para conversas tranquilas, oportunidade  para  rir e chorar juntos. Não é lugar para se discutir problemas da família, trabalho ou amigos. Tratar desses assuntos na hora em que o casal se deita afasta qualquer possibilidade de sexo entre eles.

Para que o relacionamento sexual entre os cônjuges fique cada vez melhor,  é fundamental que eles conversem  sobre suas preferências, sobre o que gostam de realizar na hora do ato. Muitos casais sofrem porque não conversam sobre sexo em casa. Estar atento ao outro faz-se necessário nesse momento, pensar em corresponder às expectativas do cônjuge e não apenas no seu próprio prazer.

O sexo precisa ser favorável a ambos, não deve ser algo mecânico, nem programado, deve ter início sempre que um dos cônjuges manifestar o desejo e começar a plantar………É importante também que exista um ambiente propício à intimidade do casal.

O sexo, embora visto sob prismas diferentes entre homens e mulheres, é algo que necessita ser praticado com carinho. Enquanto o homem valoriza infinitamente o toque físico, a mulher é conquistada pelo ouvir, pelas emoções. Como os únicos seres que fazem sexo olhando um para o outro, podemos nos entregar totalmente ao ato, oferecendo o que temos de melhor ao nosso parceiro. Se essa rendição de fato acontecer, e for verdadeira, haverá muito menos queixas sobre  a falta de cuidado dos homens em relação ao sexo.

As mulheres buscam muito mais do que o simples ato sexual, elas querem ser cortejadas, elogiadas, percebidas no dia a dia, não apenas na hora “H”.  A rotina traz certa acomodação para muitas pessoas, as quais deixam de se cuidar com o passar dos anos. Dessa forma, para que sejam notadas, uma dose extra de cuidados cai bem. De acordo com as preferências de cada casal, vale apostar num bom perfume, num novo corte de cabelo numa roupa interessante para dormir. Esse é um bom investimento na relação, a conquista não pode ser esquecida ainda que tenham 10, 20, 30 anos juntos. Ela desperta a atração entre os parceiros, e o sexo tem tudo a ver com isso.

O sexo é tão importante para a manutenção do casamento quanto é a água para a preservação da vida, tanto que Provérbios  menciona: Beba das águas da sua cisterna, das águas quebrotam do seu próprio poço. (Provérbios 5:15)

Investindo no seu casamento, entendendo o que cada um pode fazer para que o outro esteja satisfeito no sexo, e o colocando em prática com carinho, você não sentirá necessidade de “beber das águas de poço alheio.”

Assim,  afinados no amor e no sexo, vocês poderão falar para o mundo que são:

Casados para Sempre

Quer assistir ao vídeo sobre esse tema? Clique abaixo, comente no vídeo e compartilhe com todos os seu amigos

(Visited 98 times, 90 visits today)

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Sobre o autor | Website

Darrell e Márcia são casados há 20 anos, tem 3 filhos e uma paixão por ajudar famílias. São escritores, conferencistas, criadores da #TvA2, que tem impactado milhares de vidas. Para contatá-los, visite:

Deixe o seu Comentário