RELAÇÕES TÓXICAS: VOCÊ VIVE UMA?

NEM POR COMPAIXÃO, NEM POR CARÊNCIA, NEM POR BONDADE SE SUBMETA A UM RELACIONAMENTO DESTRUTIVO.

Compartilhar
  • 84
  •  
  • 1
  •  
  •  

SE ESTÁ TIRANDO TUA PAZ, é DISFUNCIONAL.
Quando amar alguém, mais incomoda do que te faz bem, ligue seu alerta e se pergunte qual a razão de você estar se permitindo viver isso? Se se você merece isso? Se precisa disso?

E o qual a razão de permanecer numa relação assim, se você não é casada (o)? Você só permanecerá numa relação que te causa mais mal do que bem, se lhe faltar amor próprio.

Nem por compaixão, nem por carência, nem por bondade. Não é normal o amor causar dor, humilhação ou culpa e nem punir. 

NEM POR COMPAIXÃO, NEM POR CARÊNCIA, NEM POR BONDADE SE SUBMETA A UM RELACIONAMENTO DESTRUTIVO. 

Se você está vivendo uma relação que te adoece, te deprecia, te despreza, talvez você não esteja se amando e nem enxergando seu valor. Você pode ter sido não amado como esperava, ter vivido situações de insegurança, falta de proteção, abandono, ou aparente abandono e até abusos e agora você deixa que te tratem de qualquer maneira.

Negligencias e ausência dos pais ou substitutos causam bloqueios, crenças limitantes, como a de não merecer ser tratado e amado com respeito, dignidade e ternura. 
 

Porém existe sim, como reverter isso, e começar uma nova vida, e eu posso te ajudar.  

Acesse o link e participe da promoção:

RELAÇÕES TÓXICAS: VOCÊ VIVE UMA?

 

SE ESTÁ TIRANDO TUA PAZ, NÃO É AMORPrimeiro que lhe pedir que acompanhe o tema, vamos falar por 6 a 7 dias sobre o assunto.
Quando amar alguém, mais incomoda do que te faz bem, ligue seu alerta e se pergunte qual a razão de você estar se permitindo viver isso? Se se você merece isso? Se precisa disso?

E o qual a razão de permanecer numa relação assim, se você não é casada (o)? Você só permanecerá numa relação que te causa mais mal do que bem, se lhe faltar amor próprio.

Nem por compaixão, nem por carência, nem por bondade. Não é normal o amor causar dor, humilhação ou culpa e nem punir. 

NEM POR COMPAIXÃO, NEM POR CARÊNCIA, NEM POR BONDADE SE SUBMETA A UM RELACIONAMENTO DESTRUTIVO. 

Se você está vivendo uma relação que te adoece, te deprecia, te despreza, talvez você não esteja se amando e nem enxergando seu valor. Você pode ter sido não amado como esperava, ter vivido situações de insegurança, falta de proteção, abandono, ou aparente abandono e até abusos e agora você deixa que te tratem de qualquer maneira.

Negligencias e ausência dos pais ou substitutos causam bloqueios, crenças limitantes, como a de não merecer ser tratado e amado com respeito, dignidade e ternura. 
 

Porém existe sim, como reverter isso, e eu posso te ajudar.  Acesse este link e participe da promoção, é sua grande oportunidade.

  • 85
    Shares

Sobre o autor | Website

Com especialidade em Restauração de Relacionamentos, utilizando o amor da Psicanálise, (cura pelo amor), mais as poderosas ferramentas do Coaching Integral Sistêmico, também técnicas de PNL e Perfil Comportamental, desenvolvi um processo poderoso para restaurar, fortalecer, unir e gerar cumplicidade no relacionamento. Também programa para sair de estados depressivos, apáticos, de vitimização e de baixa autoestima. Desenvolvendo Inteligência Emocional, equilíbrio e uma visão para a vida com otimismo e positividade, transformando você numa pessoa mais proativa e feliz. LUCIANA CONTERATTO Gestora de Recursos Humanos; Psicanalista - Mestrado em Coach Integral Sistêmico; Analista de Perfil Comportamental; PNL;

Deixe o seu Comentário