Não separe, antes de ler isso…

Compartilhar
  • 102
  •  
  • 5
  •  
  •  

Se você está decidido a divorciar, vou compartilhar com você alguns detalhes, que não te contaram e eu ouço todos os dias. E talvez, hoje, você está dizendo que NUNCA mais vai se relacionar, mas é por quê hoje você está decepcionado. Você não nasceu para viver só, então logo vai buscar um novo relacionamento.  

Você sábia que todas as nossas decisões são pautadas em crenças (verdades para você). Então, se você tem crenças negativas a respeito de casamento, amor, relacionamento, inconscientemente você afasta seu cônjuge. Sim, de modo inconsciente muitas vezes você repele a pessoa que você ama, porém se você não trazer essas crenças para o positivo, você vai continuar repetindo no próximo relacionamento. Ou seja, vai ter problemas também no novo relacionamento. 

Segundo, se você repete padrões negativos, (comportamentos negativos, tóxicos), se você é orgulhoso, está ferido, magoado, com sentimentos de raiva, rejeição, abandono, humilhação,  que podem ter origem lá na infância, e não se “curar” ou ressignificar, você vai carregar isso para seu próximo relacionamento. Ou seja, construir um novo relacionamento com velhas dores, não vai resolver seu problema. 

A outra notícia é, que se você tem problema para administrar uma família, imagina depois que você pode ter três. Sim, se você tem filhos, essa família que você pensava em “abandonar”, continuará fazendo parte da sua vida, no entanto, logo haverá a sua nova família (que você irá construir) e mais a antiga família do seu futuro cônjuge. Imagina como melhoram as chances de dar certo? Tudo isso somado as suas dores, magoas, sentimentos tóxicos; enfim, todo tipo de ferida que você possuía, mais a frustração deste relacionamento, somado a do seu novo parceiro que também pode vir todo machucado.

Prejuízo financeiro. Se você é alguém ambicioso, que trabalhou duro, conquistou e pode dar uma vida confortável para os seus, tudo bem, agora você só terá que abrir mão de no mínimo 50%  do seu patrimônio, e deixar para o próximo desfrutar com seu atual cônjuge. É uma pena, que talvez você tenha falhado nisso, e ter investido tanto em outros sócios e amigos e ter deixado ou não ter tido tempo, ou até esquecido do seu principal sócio, seu cônjuge. Eu sei que as vezes a paz vale mais…

Se para você o dinheiro está escasso nesta família, depois será apenas mais uma ou duas famílias a mais para você participar ou carregar totalmente financeiramente. Talvez você pode precisar privar seus filhos, para ajudar outro e os filhos dos outros. Foram diversas vezes que chorando eu ouvi: Luciana, eu tive que tirar ou privar, os meus filhos, para ajudar o dos outros e agora…

Teus filhos estão chatos e te respondem mal. Que nada, tem grande possibilidade dos filhos do seu futuro cônjuge te mandarem calar e dizer que você não é nada deles.  

Você é ciumento!? Bem, no próximo relacionamento vai ter os exs. Os pais dos filhos do seu futuro cônjuge, que vão precisar estar sempre em contato para saber sobre seus enteados. Talvez até queiram, além de vir buscar e trazer seus enteados, com você em casa ou não, fazer visitas para eles e é necessário este contato. E para alguns tudo bem, não sei para você?! Tem a possibilidade de seu cônjuge querer ser amigo dos exs, dos pais, para alguns parece natural. Não sei como será para você?! Como eu disse apenas quero informar como será.  

Também tem grande chance do teu futuro cônjuge, não querer deixar você ver e nem participar da vida dos seus filhos. Se você for ciumento vai entender bem isso. Como imagina como será isso?
Eu sei que agora você está dizendo que não vai se sujeitar a isso, mas eu só estou escrevendo o que ouço todos os dias. Ah, e se você reclama que seu marido, pai dos seus filhos, (sangue deles) briga ou chama atenção dos seus filhos, as vezes de forma grosseira, no futuro, um estranho poderá fazer ou querer fazer isso e não sei como será para você?! A maioria não aceita.  

E tudo bem pelas fraturas emocionais que causará nos seus filhos, talvez também fizeram isso com você, você até chorou um dia, mas agora esqueceu e vai repetir neles. E tudo bem se seus filhos não quiserem mais te ver, te perdoar e falar com você.  Tudo bem, você terá a velhice para se arrepender, talvez sozinho, para sentir remorso ou arrependimento, de tudo o que deixou de viver a participar da e na vida deles.  

Se hoje, você não consegue mais persistir neste relacionamento por você, pense em fazer por quem você ama, agora a vida é sobre eles, e não mais sobre você. 

Eu sei que isso não é realidade de todos, mas é a de mais 95% dos casos.  

Qual é o maior problema no Relacionamento de vocês hoje?
Orgulho, brigas, ciúmes, família do cônjuge, insegurança, dinheiro, filhos?
Ou falta de afeto, carinho, perdão, ingratidão, reconhecimento? Ou será rejeição, injustiça, abandono, humilhação? Viva um processo de Restauração de Relacionamento e você terá sua vida transformada e relacionamento transformado. Você poderá viver sim um casamento de sucesso. 

Casamento é desafiador sim, mas é doação é decisão de amar, exige tempo e investimento assim como qualquer outra área que você deseja ser pleno.  

Programa de Restauração do Relacionamento. @conterattolu 

  • 107
    Shares

Sobre o autor | Website

Com especialidade em Restauração de Relacionamentos, utilizando o amor da Psicanálise, (cura pelo amor), mais as poderosas ferramentas do Coaching Integral Sistêmico, também técnicas de PNL e Perfil Comportamental, desenvolvi um processo poderoso para restaurar, fortalecer, unir e gerar cumplicidade no relacionamento. Também programa para sair de estados depressivos, apáticos, de vitimização e de baixa autoestima. Desenvolvendo Inteligência Emocional, equilíbrio e uma visão para a vida com otimismo e positividade, transformando você numa pessoa mais proativa e feliz. LUCIANA CONTERATTO Gestora de Recursos Humanos; Psicanalista - Mestrado em Coach Integral Sistêmico; Analista de Perfil Comportamental; PNL;

Deixe o seu Comentário